quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

"As palavras sensuais da nossa ausência", romance de Joaquim Manuel Pinto Serra


"As palavras sensuais da nossa ausência", da autoria de Joaquim Manuel Pinto Serra é o oitavo livro do escritor e a quarta obra da colecção “Cais da ficção” da editora Mar da Palavra.
...............

(…) Chegaram a uma sexta-feira, no dia 8 de Outubro. Raul sabia que, contando com os seis dias para a viagem de regresso, apenas estaria em Urekinus vinte e cinco dias. Estava tudo calculado e combinado com Margarida. Mas ele receava que, por motivos imprevistos, não pudesse regressar na altura programada. E exasperava-se por isso, quando pressentia essa hipótese. Ela sossegava-o, dando-lhe algumas certezas. Contudo, ele mantinha as dúvidas que o sobressaltavam... e sofria, só de pensar que tal pudesse suceder…
Na véspera da chegada, reuniram-se todos ao jantar e confraternizaram num ambiente alegre e descontraído, o que sensibilizou Raul. Principalmente, por terem falado em Português... E por lhe terem desejado, numa troca de brindes, as maiores felicidades no trabalho que iria realizar. Desde então, ele ficou a meditar sobre a hipótese de eles não serem tão insensíveis como, de início, tinham deixado antever. O que dava razão a Margarida quando ela os desculpara pelas suas atitudes enfáticas e distantes. Arrependia-se, nesses momentos, de não ter colaborado um pouco mais... Talvez que o defeito fosse também dele! Mas teria ainda muito tempo para provar que os habitantes da Terra, quando queriam, também eram afáveis e educados.
Era meio-dia quando lhe disseram que a nave tinha chegado ao planeta Urekinus. Causou-lhe admiração verificar que os ponteiros do seu relógio continuavam a funcionar, como se uma viagem intergaláctica não se tivesse realizado durante seis dias, a uma velocidade inimaginável! Para ele, dois ou três meses antes, seria um absurdo. Mas, naquela altura, era aliciante e confortável... Porém, estava apenas no princípio e tudo poderia ainda acontecer...
................

Sem comentários:

Enviar um comentário